quinta-feira, 14 de março de 2013

Críticas a Literatura Infantil

A literatura infantil é linda, e a maioria de nós somos apaixonad@s por ela, mas infelizmente com o passar dos anos ela se transformou em algo que foge das questões da arte, está sendo usada como instrumento responsável para dar lições e formar 'um cidadão'.

Graças a isso as histórias infantis vem ganhando um cunho pedagógico que retira a magia das histórias e impõe sobre elas o poder de dizer o que é certo ou errado e a responsabilidade de ensinar, tornando nossa queria literatura infantil muito previsível e malquerida pelos pequenos.

Trazemos como dica para você uma entrevista que exibe uma crítica muito bem formulada do autor espanhol Gonzalo Moure. 

Na entrevista Moure diz que a literatura infantill está presa, engaiolada, e as grades da gaiola é a ideia de que o livro de literatura infantil serve para acumular apenas lições pedagógicas, que não nos permitem ir além, também fala que se dermos livros que apontam o que as crianças devem ou não fazer é "não ser sincero com elas".

Todos nós queremos ler livros que nos surpreendam, que sejam ousados que nos deixem a pensar, e com toda certeza a Literatura Infantil antes de tudo precisa ser Literatura, precisa ser arte. Precisamos de livros que não se preocupem apenas com ensinamentos, que não mostrem o que sabemos mas que mostrem o suficiente para que surja curiosidade nos pequenos, para que eles aprendam a questionar. Livros que ousem para encantar as crianças e contagiá-las com essa coisa boa que é ler. 
 
Veja aqui a entrevista: Há razões para ignorar a Literatura Infantil.